BLOG

Cola industrial para madeira: como colar com segurança

COLA INDUSTRIAL PARA MADEIRA: COMO COLAR COM
SEGURANÇA

Confira
três dicas importantes para evitar a temida descolagem

 

Imagine
que você decidiu comprar uma mesa de jantar nova para a sua casa e poucos meses
depois o lindo assento estofado começa a se soltar da madeira ou chega até
mesmo a sair completamente quando puxado sem muito esforço. Certamente esta
marca de móveis estará riscada da lista do cliente e do revendedor. Mas o que
pode ter acontecido para esse produto ter apresentado um defeito tão grave? É
muito provável que a resposta seja “falha no processo de colagem na madeira”,
uma etapa industrial que parece simples, mas que pode trazer resultados
negativos se não for realizada com o devido cuidado.

Para
começar, é preciso entender que uma colagem segura é sinônimo de qualidade, e
produto sem qualidade perde valor no mercado. Sendo assim, é possível destacar
três elementos fundamentais que garantem uma colagem segura e eficaz em peças
de madeira. São eles: o tipo de cola utilizada, a preparação da madeira para
receber o produto e a técnica de aplicação e cura do adesivo.

Mesmo
parecendo ser uma atividade muito simples, que é a de unir duas extremidades,
como a cola é um produto químico, é fundamental seguir alguns procedimentos.
Vamos entender melhor como funciona:

 

Que
tipo de cola adesiva devo usar na madeira?

O
sucesso e a qualidade no processo de colagem começam antes mesmo da linha de
produção, pois o primeiro passo é dado com a compra do produto certo. Existem
centenas de colas adesivas disponíveis no mercado e há uma série de
especificidades para cada uma delas. Há colas de rápida secagem, de alta
resistência, recomendadas para peças que ficarão expostas ao calor ou à
umidade, entre outros fatores. Tudo depende do tipo de material que será colado
e da funcionalidade do produto que está sendo produzido. Por exemplo, uma
cadeira e um sofá podem exigir resistências da colagem diferentes, conforme o
modelo e a finalidade de cada um. Mas como identificar a cola certa?

O
recomendado é buscar o serviço de empresas que tenham técnicos especialistas e
realizem atendimento personalizado a fim de identificar a real necessidade do
cliente fabricante moveleiro. Bons fornecedores possuem esse profissional no
seu time, pois é ele quem entende a fundo do produto que está vendendo e possui
experiência em diversos métodos de colagens de diferentes substratos. Outro
diferencial de um bom fabricante de colas adesivas é oferecer aos seus clientes
a possibilidade de realização de testes em laboratório próprio, assegurando por
meio de análise que o produto escolhido é o ideal.

De
modo geral, para que a colagem seja realizada com qualidade, os produtos mais
recomendados são os de alta resistência, como os da linha Quimifort da
Quimicolla, que conta cerca de 50 tipos diferentes de adesivos. Confira em
nosso site: (
https://www.quimicolla.com.br/produto/2/quimifort-adesivo).

 

Preparação da
madeira para a colagem

Outro
ponto essencial para perceber a qualidade no processo de colagem é a preparação
adequada da madeira. É necessário retirar todas as impurezas da matéria-prima,
como resinas, tintas, oleosidade, sujeira e oxidação, isso pode ser feito por
meio da técnica de lixação ou de asperação. Com esse procedimento, apenas as
fibras da madeira ficam na superfície a ser aplicada o adesivo, o que
proporciona mais aderência da cola no substrato.

É
importante também estar atento ao teor de umidade da madeira, pois madeiras
muito umidade ou muito secas – ou ainda madeiras com teor de umidade muito diferentes
uma da outra – podem comprometer a fixação do adesivo resultando no
descolamento. Para exemplificar, uma madeira muito úmida pode demorar para
fixar a cola devido à dificuldade de secagem do produto. Por outro lado, uma
madeira muito seca irá absorver a umidade da cola e não garantirá a fixação
devida com o outro substrato (que pode ser a espuma, um tecido ou até mesmo
outra madeira). O recomendado é um teor baixo de umidade, entre 7% e 10%.

Em
caso de dúvidas, lembre-se sempre de conversar com o técnico especialista antes
de comprar qualquer tipo de cola.

 

Técnica
de aplicação da cola na madeira

Para
finalizar, a técnica adequada é mais um elemento que garante uma colagem de
qualidade. Na linha Quimifort, por exemplo, as colas específicas para uso em
madeira devem, em sua maioria, ser aplicadas com pistola, pois o equipamento
garante uma distribuição mais uniforme do produto, fator primordial para que toda
a superfície colada esteja bem fixa e dure muito mais.

E
não podemos deixar de citar o tempo de secagem necessário após a aplicação. Na
embalagem do produto há todas as recomendações em relação ao tempo de secagem,
mas, como vimos, a madeira tem uma série de especificidades que acabam exigindo
um olhar mais apurado. E, mais uma vez, entra a importância do técnico
especialista para avaliar os detalhes e indicar o melhor método.

 

Seguindo
esses três passos, temos certeza que o seu processo de colagem na indústria
moveleira será muito mais eficaz a partir de hoje. Gostou dessas dicas e quer
conhecer nossa linha de colas adesivas recomendadas para uso em madeira? Confira
nossa linha Quimifort e solicite o contato de um técnico especializado. A
Quimicolla também oferece amostras para testes (que podem ser realizados no laboratório
próprio da empresa), o que aumenta ainda mais a segurança na hora de comprar a
cola adesiva para a sua fábrica.

 

Link
de contato:
https://www.quimicolla.com.br/contato

 

 

Publicações relacionadas