Nossas Notícias

Notícias e anúncios recentes

16 de Outubro de 2020 - Novidades

Campanha “Um sapato pelo Brasil”

Entre os dias 24 e 27 de agosto, cerca de 150 marcas brasileiras de calçados participaram da campanha “Um sapato pelo Brasil”. Criada pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), ela também foi aderida por outras empresas de meio, fundamentais para o funcionamento do setor, como fábricas de solado, palmilha, tecido e adesivo. Além dessas, a ação recebeu o apoio de sindicatos, lojistas e entidades do ramo. A campanha inédita teve o objetivo de valorizar a indústria calçadista como um todo, mostrando sua importância para a sociedade. Mas os resultados foram além do esperado, já que a ação também estimulou a união e a colaboração entre as empresas do segmento, trazendo mais visibilidade para o setor.   A campanha foi totalmente online e contou com quatro dias de publicações sincronizadas nas principais redes sociais das marcas participantes. Cada dia tinha uma proposta diferente, sendo que no dia 27, foi divulgado um voucher com desconto coletivo de até 20% nos produtos das marcas participantes, válido até 31 de agosto. Qual é a importância da indústria calçadista no Brasil? O Brasil é o 4º maior produtor de calçados no mundo e, só no ano passado, foram feitos cerca de 908 milhões de pares de sapatos por marcas nacionais. O resultado disso é uma forte movimentação da economia e a geração de empregos. Somente em 2019, a indústria calçadista gerou 270 mil empregos, que passam por todos os setores, desde os fornecedores de materiais fundamentais para a elaboração do produto, até a sua distribuição. Para se ter uma ideia, antes de chegar até o consumidor, um calçado passa por cerca de 100 pessoas.   A divulgação desses dados é fundamental para mostrar aos consumidores o impacto que as suas compras causam na economia, já que consumir um calçado produzido no Brasil resulta na geração de empregos e renda, influenciando positivamente no desenvolvimento do país. Inclusive, para reforçar esse ponto, as empresas do setor aproveitaram para mostrar o trabalho por trás da criação de um calçado e contar as histórias de diferentes pessoas que atuam no segmento. Sobre a campanha A campanha “Um sapato pelo Brasil” contou com publicações nas contas das redes sociais de mais de 150 marcas de calçados brasileiras, sem falar nas demais empresas que também fazem parte do setor. Confira a seguir como a ação ocorreu:   24/08: A campanha começou no dia 24 de agosto, às 10h, quando todas as empresas participantes trocaram as fotos dos seus perfis no Facebook, Instagram e Linkedin, para colocar a logo da ação “Um sapato pelo Brasil”. Mais tarde, elas publicaram nos feeds e stories do Facebook e Instagram, sequências de posts que explicavam a ação. No Linkedin, foram disponibilizados PDF’s que também tratavam sobre o assunto. 25/08: As marcas e fábricas foram incentivadas a tirar fotos de até 3 funcionários e publicá-las nas três redes, contando suas histórias com os calçados e como suas vidas foram influenciadas por eles. 26/08: A campanha também alcançou alguns influenciadores das redes sociais. As empresas foram aconselhadas a apresentar a ação para influencers com os quais já tinham parceria firmada, propondo a produção de conteúdos dos mesmos, que seriam compartilhados pela marca. Caso contrário, poderiam publicar um depoimento, em formato de vídeo, do dono, empresário e/ou colaboradores, falando sobre a indústria e o movimento. 27/08: Divulgação de um voucher de 20% de desconto, válido para lojas, ecommerce e franquias. Ele foi divulgado nos perfis do Instagram, Facebook e também disparado pelo email marketing das empresas participantes. Quais foram os resultados obtidos? Além do espírito colaborativo criado entre as empresas, a ação apresentou resultados expressivos com relação às publicações nas redes sociais. O relatório final mostrou que a campanha alcançou:   Mais de 3,5 milhões de usuários das redes; Mais de 4 milhões de impressões; Cerca de 325 mil curtidas; Aproximadamente 11 mil comentários.   A campanha foi considerada um sucesso, não apenas pelos resultados obtidos nas redes sociais, mas principalmente pela união das empresas do setor. Ela provou que pequenas ações conjuntas podem obter grandes resultados e ajudar, especificamente nesse caso, a impulsionar as vendas que sofreram forte impacto devido a pandemia do coronavírus. Lembrando que se a comercialização dos sapatos aumenta, outras companhias do setor também são atingidas de maneira positiva, especialmente as fornecedoras de itens essenciais para a confecção dos calçados.   A Quimicolla apoiou essa ação e também faz do trabalho em equipe, uma de suas prioridades, para entregar produtos com a melhor qualidade, segurança e confiabilidade para seus clientes. Se você é produtor de calçados e busca os melhores adesivos, solventes e auxiliares para o seu produto, clique aqui e entre em contato conosco para saber mais detalhes sobre as nossas linhas de produtos.

Saber mais

14 de Agosto de 2020 - Adesivos

O uso da cola no setor náutico

As colas ou adesivos tem como principal objetivo unir duas superfícies. No entanto, em nível industrial, exige-se delas que formem ligações para que sejam extremamente resistentes e possam suportar cargas elevadas. Assim, essa montagem da qual ela fez parte se torna mais qualificada, seja em metais, plásticos ou madeira, dependendo da necessidade. Cada material e indústria possuem diferentes especificações e desafios que estes produtos precisam enfrentar. Hoje a Quimicolla vai abordar um pouco sobre o uso da cola no setor náutico. Antes de mais nada, precisamos ressaltar que a indústria naval é uma grande potência econômica no cenário brasileiro e mundial. Sua importância se dá não só pelo produto desenvolvido e fomento da economia do país, mas como também pela geração de emprego. Uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) realizada por 10 anos (2004 a 2014) exemplifica isto. Neste período o setor cresceu 19,5% ao ano e, com isso, gerou 80 mil empregos diretos e cerca de 400 mil indiretos, com a construção de aproximadamente 600 embarcações nesse período, gerando cerca de 80 mil empregos diretos e cerca de 400 mil indiretos. Dito isto, devemos compreender que a cola no setor náutico possui um nível de exigência muito elevado. As intempéries do clima, os locais onde as embarcações serão colocadas e as adversidades possivelmente enfrentadas devem ser levadas em conta. Por isso, o nível de precisão e exigência da confecção dos adesivos são extremamente altos. Um ponto que se deve levar em conta obviamente é a água. Conhecida também como solvente universal, está presente em todo o mar e fica em contato direto com as embarcações. O seu efeito abrasivo pode ser prejudicial para a cola utilizada, principalmente ao longo do tempo. Assim, esta resistência precisa ser levada em conta na hora de desenvolver ou escolher para comprar o adesivo ideal. Além disso, também deve-se ficar atento com relação a resistência ao fogo, na tentativa de prever possíveis problemas e que eles sejam, assim, fáceis de resolver com o uso de não-inflamáveis. Os selantes e vedantes industriais são indispensáveis na construção de embarcações e também em outras peças navais. As embarcações, muitas vezes precisam de reforços nas frestas para garantir a vedação. Nesse sentido, os pequenos barcos também recebem o trabalho da calafetação e necessitam também do uso destes produtos. A calafetação consiste em introduzir estopas entre duas tábuas do casco, protegendo contra a entrada de água. A cola industrial tem papel fundamental nesta fixação. Cola no setor náutico Fundada em 2005, a Quimicolla Adesivos trabalha há 15 anos com comprometimento na qualidade dos produtos desenvolvidos. Certificada pelo Sistema de Qualidade ISO 9001:2015, demonstramos o desejo de produzir com excelência, segurança e confiabilidade, cumprindo requisitos aplicáveis e buscando a satisfação dos clientes. Além disso, nossos modernos laboratórios são coordenados por uma equipe técnica capacitada, que supre todas as necessidades dos nossos clientes, através de apoio técnico e desenvolvimento de novos produtos. Sempre atuando de forma ambientalmente responsável e prezamos pela saúde e a segurança de nossos colaboradores e clientes, desenvolvemos uma linha ampla de produtos que atendem os segmentos: automotivo, calçadista, náutico, moveleiro e construção civil. Como recomendação cola no setor náutico, apresentamos três produtos específicos que são recomendados para melhores resultados: Quimifix: Esta linha formada por adesivos à base de poliuretano (PU). São usados especialmente para alto desempenho de aderência em trabalhos de madeira. Ela apresenta duas vantagens para ser utilizada como cola no setor náutico, que é a alta resistência à água e também ao calor. Podem ser reativadas entre 65º e 70º e trabalham bem com couro, sintéticos, enfeites, taloneira, cordas e ráfias, por exemplo. Quimifort: Esta linha é formada por adesivos à base de policloropreno (CR) ou borracha termoplástica (TR). A vantagem dessa linha para usar como cola no setor náutico se dá por não possuir solventes inflamáveis. Nesse sentido, não existem riscos de explosão dos gases voláteis e inflamáveis. Temos adesivos de baixa, média e alta viscosidade, que podem ser aplicados a pincel, máquina de rolos, spray aerossol, espátula dentada e pistola. Quimisolv: formada por diversos solventes limpadores, diluentes, primers, reticulantes e halogenantes, todos garantem um processo de ancoragem ainda melhor quando aplicado juntamente com os adesivos Quimicolla. Em conclusão, se você ou sua empresa tem interesse em entrar no setor náutico, a Quimicolla pode te ajudar com isso. Aqui trabalhamos também com sistema de Private Label, uma das principais tendências do novo mercado. Este processo consiste, basicamente, no cliente criar a marca própria e nós confeccionamos os produtos. Desse modo, você pode se dedicar a própria marca enquanto a nossa indústria garante qualidade no produto desenvolvido. Nesse sentido, o cliente pode pensar no desenvolvimento de uma marca para cola no setor náutico e, a partir disso, nós realizamos a fabricação. A Quimicolla faz com que o cliente economize na administração dos recursos humanos e produtivos, fases do desenvolvimento do produto, compra de processo fabril, depreciação e manutenção do maquinário, passivos trabalhistas e logística de distribuição. Nós cuidamos de tudo isso pra você.

Saber mais
Top